Orpheus, de Franz Stuck

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Desabafo veraneio.


Raros são os verões dentro de mim.
Gosto das épocas amenas
em que o Sol não se aperta contra a gente
e o frio não nos congela quando a lua desvela sua face pálida.

Contudo, quem pode evitar o inverno?
Quem pode se ver livre das noites frias e solitárias
em que os únicos amigos e sorrisos
são o gosto do chá e a página de um livro...?

Mas o verão e seu calor exagerado
- suas areias queimadas e seus corpos suados-
faço questão de os pular e esquecer...

Assim,
o outono me é quase eterno
e as andorinhas, coitadas,
só me chegam na Primavera
- floridas, cheias de sede e versos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário