Orpheus, de Franz Stuck

quinta-feira, 24 de março de 2011

Eu quero ser toda a luz....



Não quero beijos por beijos.
Nem mesmo quero abraços que sejam apenas braços.
Não quero sentir uma mão que escorrega sobre meu corpo.
Nem quero ser somente um substituto para o vácuo.

Eu quero sim, ser beijado por lábios que me traduzam sentimentos.
E quero braços a me abraçarem porque sentem-se confortados e amados por mim.
Eu quero uma mão que me toca com força.
E quero ser toda a luz que incendeia o seu coração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário