Orpheus, de Franz Stuck

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Imagem no espelho

Raiz de pedra,
corpo de vento,
olhos de água.
Assim sou
entre pássaro, flor e mágoa. 






poema de Luísa Dacosta in 'A maresia e o sargaço dos dias'.

Nenhum comentário:

Postar um comentário