Orpheus, de Franz Stuck

sábado, 30 de abril de 2011

"He went to that place where dreams are born."






"So David went to sleep too. And for the first time in his life, he went to that place where dreams are born."

Tradução em português: "Então, David adormeceu também. E, pela primeira vez em sua vida, ele foi para aquele lugar onde os sonhos nascem."


     "A.I. Artificial Intelligence" é o nome do filme do qual foi extraída esta frase. É um filme estadunidense, uma das grandes produções de Hollywood. Um grande sucesso dirigido por Steven Spielberg e lançado em 2001. O roteiro do filme é baseado em um conto de um escritor inglês de ficção científica, Brian Aldiss. 
     Eu gosto desse filme particularmente porque não é simplesmente um filme futurista que trata sobre a crianção de máquinas inteligentes, mas que também evidencia uma forte relação do ser humano com as fábulas, com a literatura, discutindo como estas podem ser ricas e mágicas para nós, humanos, e no caso do filme, para o robozinho David. É lindo ver  os olhos azuis de David (Haley Joel Osment) brilharem ao ouvir a história de Pinócchio! A sua busca dele fada azul com o objetivo de tornar-se um "menino de verdade" é fascinante e extremamente triste. Mas é uma tristeza mágica, poética, trágica- como as tragédias gregas! Enfim, o filme é incrível, faltam-me adjetivos. Um robô criado para amar, amar tanto ou mais que um humano.... Um amor que ultrapassa nossas noções de lealdade, sinceridade, fidelidade. 
      E a última cena do filme é para arrebentar os vasos lacrimais de chorões como eu. David está deitado ao lado de Mônica, sua mãe, "and for the first time in his life, he went to that place where dreams are born."





2 comentários:

  1. Lindo seu Blog, Charles.
    A Musica de entrada muito conhecida por meus ouvidos, tive de minha memória "olvidado". os nomes do autor e da melodia.
    Tu podes refresca-me a memória ?

    Capricho,é tudo em seu Trabalho.PARABENS.
    Marcelo

    ResponderExcluir
  2. Chama-se ''Nocturne Op.9 No.2'', composto por Fréderic Chopin! :) Obrigado!

    ResponderExcluir