Orpheus, de Franz Stuck

terça-feira, 20 de março de 2012

Queer as folk

Eu sempre volto à Queer as folk.
Essa série marcou um período da minha vida, sempre que a vejo, um ou outro episódio, me sinto transportado para um tempo em que eu era tão mais romântico e acreditava em um mundo mais brilhante, um mundo diferente da forma como o vejo atualmente.
Seja como for, Queer as folk é incrível, é uma obra de arte, uma prova que, vez ou outra, surge algo realmente bom entre as tantas porcarias que surgem no cinema e na Tv norte-americana.



Ontem, já de madrugada, eu estava reassistindo um episódio da série e me emocionei com esta cena que deixei-vos a cima. Depois de tanto tempo, Queer as folk ainda me surpreende. Como esta, existem muitos outros momentos na série, talvez  até mais bonitos e mais marcantes. Mas, foi esta a cena que me tocou e me fez ter vontade de vir aqui, dividi-la com vocês.


Nenhum comentário:

Postar um comentário