Orpheus, de Franz Stuck

domingo, 22 de maio de 2011

A última oração.



Essa é última oração,
a última,
a última oração para salvar seu coração.
A última vez que rogo ao universo por nós dois.
A última oração lançada ao vento do acaso,
ou não.
A última oração que espera por sorte,
pela tua doçura,
pelo teu consentimento,
pela tua meiguice.
A última oração,
minha última prece,
aquela que espera que os teus olhos meigos,
meniniços,
corram para me dizer que o tempo que passou,
passou.
E que na pintura do futuro, seremos nós dois.
A última oração,
as últimas lágrimas,
as últimas esperanças.
A última vez que espero,
que lanço ao vento a minha mão,
tentando crer que ela não vai cair em vão,
pois esta é a última,
a última oração para salvar seu coração.

Um comentário:

  1. Será q gostei?E claro q sim,mais ainda depois q vc recitou ele para mim,ficou ainda mas belo.lindooo

    ResponderExcluir